As férias chegaram e junto delas chega a necessidade de criar, inventar e agradar nossos filhos, para tornar as férias sempre inesquecíveis não é? Além das atividades e passeios que separamos é nas férias que podemos conferir as estréias das animações da Disney e Pixar que enlouquecem a criançada e diga-se por experiência própria, alguns papais também (eu confesso hihi) Hoje vou falar sobre “Procurando Dory ” que estreou em junho e fomos assistir a convite da Rede Telecine a pré-estréia nos cinemas.   Decidi fazer uma brincadeira de perguntas e respostas sobre o filme com o Enzo e coloquei a opinião da Nininha só para entender a perspectiva deles em relação ao filme e  resolvi dividir aqui com vocês a visão dos dois, assim vocês poderão ter um idéia de como será o filme para esse pequeno público de vocês aí de casa. Enzo Você gostou do filme ?AdoreiQual o foi seu personagem preferido?Aquele polvo maluco , ele é muito engraçado.Por que o polvo?Porque ele no começo só quer a pulseira da Dory, mas depois vira amigo dela porque ela também é doidinha igual ele.O que achou mais engraçado?Os leões marinhos que ficam nas pedras e a passarinha que não enxerga direito e ajuda o pai do Nemo.Por que ?Os leões marinhos  porque eles acham que só eles podem ficar na pedra e depois eles deixam aquele outro menorzinho que é todo bonzinho ficar também.E a passarinha porque ela se esquece o que estava fazendo e vai comer pipoca e deixa o Nemo e o Pai pendurados na árvore.Você acha que é legal os leões marinhos serem daquele jeito com aquele amigo deles?Hum….não muito, por que eles mentem para ele, mas depois eles deixam ele ficar na pedra né?E o que você faria se precisasse de ajuda daquela passarinha que não enxerga direito?Eu iria conversar olhando bemmmmm no olho dela para ela entender para onde eu queria ir uéO que mais de legal você viu no filme?Gostei da parte que a Dory lembra que aprendeu baleiês com uma baleia que sempre foi amiga dela e elas ficam falando baleiês uma com a outra.Como a Dory consegue ir chegando mais perto dos pais dela?Ela tem um monte de amigos que vão ajudando ela.Como o Marlin e o Nemo encontram a Dory depois?Porque eles vão juntos procurar a Dory porque ela também é da família deles e eles conhecem um monte de amigos novos que ajudam eles.Teve alguma parte que você achou triste?Sim , a parte que a Dory se perde dos pais dela, mas depois ela encontra eles.Por que você acha que a Dory conseguiu encontrar os pais dela?Porque ela se lembrou do que os pais dela falavam quando ela era pequena, que era para seguir as conchinhas.O que você aprendeu sobre se perder?Que preciso encontrar a mamãe e o papai, pensar onde eles vão me esperar.Por que você acha que a Dory se esquece das coisas filho ?Não sei mamãe acho que ela nasceu assim , mas quando ela se esforça e se acalma ela lembra.E por que você acha que o polvo no começo é briguento ?Porque ele não tem um amigo de verdade mamãe, e depois ele vira amigo da Dory.Uma parte fofa?A Dory neném e aqueles bichinhos que fazem carinho para distrair todo mundo, é muito fofinho.  Teve mais alguma coisa que você se lembra sobre o filme ?Sim , que naquela piscininha (tanque) onde ficam os peixes e onde o polvo passeia, tem um monte de criança que coloca a mão nos animais e eles estão todos com muito medo porque o pessoal é gigante e os peixes são pequenos né, já pensou se um gigante quer te pegar e apertar com a mão ?Eu sairia correndo deles. Qual a parte mais feliz do filme ?Quando estão todos juntos no final todas as famílias (os pais da Dory, o Nemo e o Marlin).  NinaGostei dos amiguinhos e da Dory nenénzinha. A opinião da Mamãe Cacau Primeiramente é impossível não elogiar a fotografia, com planos lindos e imagens maravilhosas,É incrível ver como o mundo das animações tem se superado a cada dia.Adoramos também o curta do “Piper” que é exibido antes do filme, uma graça de se apaixonar.  O roteiro em si achei um pouco fraco, acho que talvez preferiram dar prioridade mais as piadas e aos novos personagens da animação do que ao desenrolar da história, mas eu honestamente gostei do filme e vou assistir novamente. Adorei a piada com a dublagem da Marília Gabriela (sem spoiler, tem que assistir) , ri muito em vários momentos do filme. Curti o gancho que a animação faz  para falarmos de “peixinhos” especiais, sejam eles com problemas mentais ou físicos, acredito que o filme abre espaço para explicarmos que somos diferentes, mas que com amor, dedicação e esforço esses “peixinhos” podem ir longe e encontrarem quem eles quiserem encontrar , desenvolverem o que eles quiserem desenvolver ou serem o que quiserem ser. Não sei se o Enzo entendeu verdadeiramente a idéia de toda essa inclusão que o filme faz, mas sei que ele notou algumas dificuldades entre os personagens. Agora como ele resolveu todas essas questões? Da maneira que as crianças sempre resolvem aquilo que os adultos querem complicar, descomplicando.Se a Dory não lembra a gente ajuda ela até lembrar.Se o Polvo tem um tentáculo a menos e é inseguro porque já judiaram dele, ficamos amigos dele.Se os leões marinhos são maldosos com o outro leão marinho que é diferente, não deixamos eles  rirem dele.Se a passarinha não enxerga, chegamos perto e explicamos olhando no olho. Simples. Se vale a pena ?Sim vale, rimos muito, as crianças amaram e não vemos a hora de assistirmos aqui em casa com o Papai que não conseguiu ir com a gente. Se tiverem oportunidade levem os pequenos e curtam muito a continuação da história da peixinha por quem nos apaixonamos um dia. ATENÇÂO: Fiquem até o final dos créditos porque tem cenas extras com os leões marinhos e os amiguinhos da animação anterior. Beijos Cacau Prado